2006-01-03

...com três pontinhos se começa, com três pontinhos se acaba...

...e assim começa mais um Blog na net.

Desprovido de ideias e ideais. Sem divulgação ou publicidade. Sem nada por onde se pegar, sem ninguém para o ler. Apenas palavras que no final não resultam em mais do que centenas de bits e bytes que vagueiam pelo espaço, perdidos num servidor distante que ninguém conhece ou jamais viu.
Palavras... sozinhas nada significam. São apenas pequenos símbolos impressos num teclado pressionado freneticamente por quem deseja escrever depressa. Sem qualquer sentido a não ser o que nós lhes damos. Pois uma palavra sozinha no universo nada significa. Nem mesmo as que estão carregadas de imenso poder e sentimentalismo. Sozinhas, não passam de pequenos e ínfimos rabiscos, e no entanto podem criar mundos e destruir nações. Podem criar laços ou destruir o amor. Podem criar muros ou ultrapassar fronteiras.
As palavras, por si só, nada fazem, tal como a nossa vida, sozinhos, nada significa. Tal como este blog... desprovido de ideias e ideais, perdido num mundo de uns e zeros.

Com três pontinhos começamos, com três pontinhos acabamos... a nossa existência, não passa de uma palavra num imenso texto...

2 comentários:

N.C. disse...

As palavras são um meio de transporte de sentimentos, só fazem sentido quando os sentimentos viajam nelas.
Será que um autocarro vazio faz sentido? Não, o mesmo se aplica ás palavras que não passam de um autocarros vazios quando deambulam sozinhas e com três pontinhos me despeço A.N. ...

E. disse...

Escreve...eu leio.Não desistas