2007-01-11

Perspectivas

Ultimamente ando a reparar mais na arquitectura dos edifícios... Não os acho nada rotineiros mesmo naqueles por onde passo mais vezes do que desejaria. Embora alguns não tenham nada de especial nem de tão pouco fascinante, outros parecem-me algo que não de Portugal. Têm um design próprio que não pertence a este país mas que tantos o tentam implementar. Um estilo minimalista mas que vendo do ângulo certo na altura certa, nos enche com formas, cores, pensamentos que não os teríamos só de olhar por olhar.
Não obstante isto, todos eles transmitem uma certa personalidade, uma história, algo que requer tempo, tempo para observar, tempo para absorver...
Em certos aspectos as pessoas são iguais. Precisamos de tempo para as vermos, para as compreendermos... Tal como os edifícios, há certos pormenores que não gostamos, certos estilos que não queremos porque não estamos habituados, porque estamos de tal maneira presos ao passado que simplesmente não conseguimos abstrair-nos de tudo e olhar. E isso leva-nos a que não entremos neles, leva-nos a que não vejamos quem, por vezes, está mesmo ao nosso lado.
É completamente diferente ver um edifício do passeio, da rua, ou vê-lo de dentro, de cima... A nossa falta de capacidade de fazer o mesmo com as pessoas faz-nos com que não as conseguimos ver tal como elas são, faz com que não nos consigamos ver tal como nós próprios somos.

2 comentários:

Sara disse...

bem, entao a casa da musica tem muito que se lhe diga... o homem devia ser atrofiado...

Anónimo disse...

Quanto à arquitectura das casas antigas do Porto...é surpreendente quando se olha até ao topo dos edifícios. Descobri relevos, estátuas ,aplicações de azulejo e muita coisa em que não tinha
reparado.Entristece-me a degradação dos edificos e a praga dos grafitis.
Transpondo para as pessoas...tens toda a razão!Por vezes só reparamos no que é menos agradável."Etiquetamos" as pessoas como coisas, produtos.Mas, por vezes é o próprio individuo que quer dar uma determinada imagem, que não é a dele...pode ser defesa, timidez, modo de reclamar algo...
Não achas?
Os edificios têm a alma de quem os habita. O nosso corpo revestido pelo vestuário e ornamentação, também tem uma alma.O difícil está aí...ver para dentro, a alma, para além da fachada.
Esta é uma forma de ver a tua alma.
A fachada já a vi.Mas, como já te referi no comentário a "Rewind?Play..."ver-te pela perspectiva deste eu interior, passarei a ter outra visão.
...Relvas